#PensamentosSoltos – Não julgue pelas aparências!‏

Quem nunca teve um pré-conceito, uma ideia diferente de algo ou alguém sem nem saber o que se passa de verdade? Às vezes, desprezamos as pessoas com que convivemos todos os dias, por causa dos seus “defeitos”, quando na verdade somos tão iguais ou pior do que elas.
Desconsideramos que essas mesmas pessoas precisam apenas de alguém que as compreendam e as amem, não pelo que elas poderiam fazer, mas pelo que realmente são.
O texto de hoje nos deixa um pedido: “Não julgue pelas aparências”.
Beijos e Boa Leitura
Cleo A. Moraes

 

 

Não julgue pelas aparências

 

Um menino entra na loja de animais e pergunta o preço dos filhotes à venda.
- Entre 30 e 50 dólares, respondeu o dono.
O menino puxou uns trocados do bolso e disse:
- Mas, eu só tenho 3 dólares …
- Poderia ver os filhotes?
O dono da loja sorriu e chamou Lady, a mãe dos cachorrinhos, que veio correndo, seguida de cinco bolinhas de pêlo.
Um dos cachorrinhos vinha mais atrás, com dificuldade, mancando de forma visível.
O menino apontou aquele cachorrinho e perguntou:
- O que é que há com ele?
O dono da loja explicou que o veterinário tinha examinado e descoberto que ele tinha um problema na junta do quadril, mancaria e andaria devagar para sempre.
O menino se animou e disse com enorme alegria no olhar:
- Esse é o cachorrinho que eu quero comprar!
O dono da loja respondeu:
- Não, você não vai querer comprar esse.
Se quiser realmente ficar com ele, eu lhe dou de presente.
O menino emudeceu e, com os olhos marejados de lágrimas, olhou firme para o dono da loja e falou:
- Eu não quero que você o dê para mim.
Aquele cachorrinho vale tanto quanto qualquer um dos outros e eu vou pagar tudo. Na verdade, eu lhe dou 3 dólares agora e 50 centavos por mês, até completar o preço total.
Surpreso, o dono da loja contestou:
- Você não pode querer realmente comprar este cachorrinho.
Ele nunca vai poder correr, pular e brincar com você e com os outros cachorrinhos.
O menino ficou muito sério, acocorou-se e levantou lentamente a perna esquerda da calça, deixando à mostra a prótese que usava para andar.
Olhou bem para o dono da loja e respondeu:
- Veja, não tenho uma perna … Eu não corro muito bem e o cachorrinho vai precisar de alguém que entenda isso.

 

 

“Formada em Marketing (atua indiretamente) , faz planos, tem sonhos, chora, mas sorri muito. Amaaa sua familia e da valor a suas amizades.
Adora uma festinha, e dificilmente diz não a elas. Tem 30 anos e mora em Lauro Muller, no sul de Santa Catarina. uffa… tem mais coisas que deveria falar?” cleomoraes.blogspot.com.br/

 

7 ideias sobre “#PensamentosSoltos – Não julgue pelas aparências!‏

  1. Amei *_*
    quase chorei com o esse texto!
    Isso me faz lembrar das aulas de Psicologia social, onde aprendemos em uma teoria dentre tantas, que fala que as pessoas se unem pela igualdade e não pela diferença como muitos pensam. E aí é que se descarta o velho ditado ” os opostos se atraem”, não, eles não se atraem pode ter certeza. A tendência das pessoas é enxergar o que se destaca, ou seja, a diferença, e isso “por algum motivo” as leva a crer que as unem. Ma se colocar a cuca pra funcionar e parar pra pensar, vai ver que tem muito mais coisas em comum com seu companheiro do diferenças ;]

    Ameiii, amei ..

    Bjos Cleo ;*

  2. fiquei muda….. olhos cheios de lágrimas…… q lindo exemplo……nossaaaaa, OMG q o Senhor tenha piedade dos nossos pensamentos quando vemos certas coisas e nos perdoe por as vezes, sermos tão preconceituosos!!!! Parabéns pelo post Cleo e Dani, bjo ;)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>