#PensamentosSoltos – O lobo que existe dentro de nós‏

Uma noite, um velho índio contou ao seu neto sobre a guerra que acontece dentro das pessoas.
Ele disse: “A batalha é entre dois ‘lobos’ que vivem dentro de todos nós”.
Um é mau: é a raiva, inveja, ciúme, tristeza, desgosto, cobiça, arrogância, pena de si mesmo, culpa, ressentimento, inferioridade, mentiras, orgulho falso, superioridade e ego.
O outro é bom: é alegria, paz, esperança, serenidade, humildade, bondade, benevolência, empatia, generosidade, verdade, compaixão e fé.
 

O neto pensou nessa luta e perguntou ao avô: “Qual lobo vence?”

O velho índio respondeu: “Vence aquele que você alimenta…”

 

Eu não tenho dúvidas de qual eu alimento, e você já sabe qual lobo vence?
Ótima semana :)
Beijão

 

“Formada em Marketing (atua indiretamente) , faz planos, tem sonhos, chora, mas sorri muito. Amaaa sua familia e da valor a suas amizades.
Adora uma festinha, e dificilmente diz não a elas. Tem 30 anos e mora em Lauro Muller, no sul de Santa Catarina. uffa… tem mais coisas que deveria falar?” cleomoraes.blogspot.com.br/

 

5 ideias sobre “#PensamentosSoltos – O lobo que existe dentro de nós‏

  1. Bom dia Dani!
    Adorei…..nem sempre conseguimos alimentar só o lobo bom Dani, as vezes sem nem mesmo querermos, acabamos alimentando o lobo mal , mas estamos sempre lutando para que o lobo bom vença o lobo mal.
    Beijos e uma ótima terça-feira!!!!

    • Verdade Jaqueline!
      Acho que crescemos qdo conseguimos alimentar o lobo né?!?! E olha que nao é fácil, rsrs

      Obrigada pela visita!
      Beijos?
      Dani

  2. E para tudo na vida é assim né? Tudo vai depender do que e de que forma você alimenta.
    Adorei, como sempre ;)
    Cleo sempre trazendo ótimas reflexões para os nossos dias!

    Bjinhos meninas ;*

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>