#PensamentosSoltos – Viver ou Juntar Dinheiro?‏

Oiiii gentemmm : Estou mais uma vez aqui no blog da Dani (que tá muito chique né, vamos combinar – fiquei mega feliz com ela no SPFW) E o pensamento de hoje, nos deixa uma pergunta: Vai seguir qual conselho? Há determinadas mensagens que, de tão  interessante, não precisam nem sequer de comentários. Como esta que recebi recentemente.

 

Viver ou Juntar Dinheiro?

Li em uma revista um artigo no qual jovens executivos davam receitas simples e práticas para qualquer um ficar rico.

Aprendi, por exemplo, que se tivesse simplesmente deixado de tomar um cafezinho por dia, nos últimos quarenta anos, teria economizado 30 mil reais. Se tivesse deixado de comer uma pizza por mês, 12 mil reais.

E assim por diante.

Impressionado, peguei um papel e comecei a fazer contas. Para minha surpresa, descobri que hoje poderia estar milionário. Bastaria não ter tomado as caipirinhas que tomei, não ter feito muitas viagens que fiz, não ter comprado algumas das roupas caras que comprei. Principalmente, não ter desperdiçado meu dinheiro em itens supérfulos e descartáveis.

Ao concluir os cálculos, percebi que hoje poderia ter quase 500 mil reais na minha conta bancária. É claro que não tenho este dinheiro. Mas, se tivesse, sabe o que este dinheiro me permitiria fazer? Viajar, comprar roupas caras, me esbaldar em itens supérfulos e descartáveis, comer todas as pizzas que quisesse e tomar cafezinhos à vontade. Por isso, me sinto muito feliz em ser pobre. Gastei meu dinheiro por prazer e com prazer. E recomendo aos jovens e brilhantes executivos que façam a mesma coisa que fiz. Caso contrário, chegarão aos 61 anos com uma montanha de dinheiro, mas sem ter vivido a vida e sem ter história pra contar para os filhos.

Texto de Max Gehringer

 ” Não eduque seu filho para ser rico, eduque-o para ser feliz. Assim ele saberá o VALOR das coisas e não o seu PREÇO”

 

“Formada em Marketing  (atua indiretamente) , faz planos, tem sonhos, chora, mas sorri muito. Amaaa sua familia e da valor a suas amizades. 
Adora uma festinha, e dificilmente diz não a elas. Tem 30 anos e mora em Lauro Muller, no sul de Santa Catarina. uffa… tem mais coisas que deveria falar?”  cleomoraes.blogspot.com.br/

9 ideias sobre “#PensamentosSoltos – Viver ou Juntar Dinheiro?‏

  1. Cleo arrasou no texto de hoje! Não só porque ele vai ao encontro de tudo que eu penso sobre a questão – dinheiro – mas porque ultimamente ando vivendo um pouco esse dilema. Sabe quando você sabe tudo na teoria, mas na hora de colocar em prática complica? hahá.. Ando tentando e tbm por necessidade economizar, mas não quero nunca deixar de aproveitar as coisas boas da vida AGORA ;))

    Beijokas lindona ;*

  2. Oi Priscila :) Eu adoro esse texto e sei que o certo seria tentar conciliar as duas coisas, mas se for escolher entre uma e outra, eu prefiro aproveitar os bons momentos e viver. Sei que essa questão ainda será um pouco polêmica rsrs.

    Beijoooos

  3. É, o ideal seria conciliar, mas acho que quando a gente segue regras demais, acaba perdendo um pouco da diversão como diz o ditado. Então opto tbm por viver e o dinheiro a gente vai administrando nas medidas necessárias né? O que não dá é pra viver escravo dele, como mta gente faz ou como o próprio texto comenta ;/

    Bjão ;*

  4. Amo este texto e também não me arrependo das pizzas, caipiras, cafés, festas e viagens, sendo com moderação e cabendo no nosso bolso … tudo isso vale a pena simmmm! E pode ter certeza, está sendo a melhor fase da vida, e um dia sentiremos saudades, mas poderemos falar como a música do Rappa … valeu a pena eeee \o/
    Amo mtooo, bjo **

    • Assim como uma outra msg que diz: “qdo meus filhos me perguntarem quem são essas pessoas eu direi: SÃO meus amigos, e foi com eles que passei a melhor fase da minha vida. ”
      Devemos ter controle sim, mas se usarmos de bom senso poderemos sim ser mais felizes e desfrutar de muita coisa boa que a vida nos oferece.
      Beijão neguinha, amo muito tbm!

  5. Muto legal o texto, mas existem dois lados de uma mesma moeda.
    Acho que é importante aproveitar a vida, mas é importante não se tornar escravos da moda, do sistema que diz que temos que comprar, comprar, comprar…
    Pessoas como eu que não nasceram com pais ricos, se quiserem ter alguma coisa na vida um dia (eu só quero uma casinha, com marido e crianças correndo) tem que abrir mão de certos “prazeres”, infelizmente…

    • Oi Dani… concordo com vc em não se tornar escrava, mas querer ter casa, marido e filhos correndo seria conciliar as duas coisas né? E no final poder dizer que viveu, pq tem coisas incomparáveis/inexplicáveis quando se fala em FAMÍLIA né não? Amo esses momentos.

      Beijo

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>